13.6.08

Estamos aqui!

A África do Sul é um país riquíssimo, tanto em belezas naturais quanto em variedade cultural. A população é formada por muitos povos – o país possui 11 línguas oficiais. Penso que, como brasileiros, temos certa dificuldade em compreender como esses povos interagem. Enquanto no Brasil vivenciamos há séculos uma grande miscigenação de raças e costumes, aqui cada grupo se apega a suas próprias tradições e cultura, criando assim uma certa intolerância às outras culturas. Talvez esse sentimento de “minha tribo” explique um pouco as manifestações violentas contra imigrantes nas últimas semanas, que culminou com a saída de milhares de suas casas. Alguns voltaram para seus países de origem, outros conseguiram novos lugares para morar, muitos estão vivendo em situação precária em campos de refugiados ao redor das grandes cidades. O governo não se pronuncia nem prevê qualquer solução definitiva para o problema.
Em meio a tamanha crise, temos esperança de fazermos diferença na vida de algumas dessas pessoas. A Igreja Presbiteriana de Kenilworth – na qual congregamos e que apóia nosso trabalho com refugiados – abriu suas portas para receber algumas famílias em situação de risco. Eles permaneceram conosco por uma semana; nesse tempo pude conversar com as mulheres e Laura brincou com as crianças. Chorei quando partiram. Senti que fizemos tão pouco! Mas sei que o Senhor das nossas vidas tem um bom propósito para tudo; continuamos atentas à Sua vontade.
Nossa adaptação à cidade e à língua tem sido mais do que satisfatória. Laura terminou os exames escolares do final do semestre, e de maneira geral se saiu muito bem. Eu continuo com aulas diárias de inglês, estudos bíblicos durante a semana e trabalhos na igreja aos sábados e domingos. A convivência com os irmãos tem nos proporcionado momentos de alegria e crescimento, um presente e tanto do nosso querido Senhor. As oportunidades de compartilhar o evangelho vão surgindo e, aos poucos, o desafio da língua vai sendo superado.
Além das orações de agradecimento, quero pedir que intercedam pelos projetos do segundo semestre. Dois pontos específicos: novas oportunidades de estudo (penso em realizar algum curso na área de Desenvolvimento Comunitário) e visita a campos missionários (para definirmos nosso projeto a partir de 2010). A compra de um carro utilitário para o projeto é outro motivo de oração e divulgação nas igrejas (por favor, leia três posts abaixo). Com a chegada do frio e das chuvas, pedimos oração pela nossa saúde.
Temos dificuldade para acessar a internet, mas sempre que posso, atualizo nossas notícias no blog. Quando puder, leia, interceda e divulgue.
Obrigada por continuarem conosco. GRANDE abraço...

Nenhum comentário:

1 Coríntios 2:9

"O que ninguém nunca viu nem ouviu, e o que jamais alguém pensou que podia acontecer, foi isso o que Deus preparou para aqueles que o amam..."

What eye did not see, and ear did not hear, and upon the heart of man came not up, what God did prepare for those loving Him...